Contactos

Nascar Centro Automotivo

  • Pessoa de contato: Daniel Cicarelli
  • Telefone: +55 (41) 3673-51-51
  • +55 (41) 3673-01-57
  • Endereço postal: Barão do Cerro Azul, Piraquara, Paraná, 83301-000, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Meu carro parou!

Meu carro parou!
Essa semana listamos os principais motivos para os carros nos deixarem na mão no meio da rua e o que devemos fazer quando essas situações acontecem.

20/10/13 01:00

Você, no meio do trânsito na cidade, ou em movimento na estrada, ansioso para chegar ao seu destino e, de repente, o carro morre e nada faz ele funcionar novamente. Ou então nem dá partida, quando você volta da padaria. O que fazer?

Primeiro é preciso saber o que aconteceu para que você não tente agir da maneira errada e prejudicar ainda mais o veículo. Os seis itens abaixo exemplificam os principais problemas de carros que resolvem parar de andar de uma hora para outra.

– Afogar o motor

O motor pode parar de funcionar ou nem dar a partida pois está “afogado”. O termo vem do excesso de combustível liberado para a queima. Esse problema ocorre mais em carros com carburador, mas em carros de injeção eletrônica o afogamento também pode acontecer. Neles, a falha pode estar no sensor de temperatura, má vedação da válvula do bico injetor ou em um furo no diafragma de vedação do regulador de pressão.

A primeira coisa a fazer é aguardar um tempo e experimentar ligar o carro novamente.Vale apertar o acelerador até o fim antes de girar a chave, mas não bombe-o. Deixe o motor girar por uns cinco segundos, e caso não funcione, espere e tente mais algumas vezes o procedimento. Se ele não voltar, as velas podem ter molhado com o combustível, e então o procedimento deve ser acionar o guincho e levar o veículo para a mecânica.

O afogamento acontece devido à fadiga do material das peças. Em algumas situações, pode ser necessário a troca ou, então, no caso do bico injetor, uma limpeza dos bicos com profissionais especializados já deve resolver o problema.

– Bateria

Se a luz indicativa da bateria no painel estiver acesa, o problema pode ser com ela ou com o alternador, que pode estar com defeito ou quebrado. Quando isso acontece, a energia da bateria é usada até o fim sem que haja a reposição da carga. Pode ser porque você esqueceu o som ligado quando desceu do carro, ou mesmo o alternador não estar recarregando-a quando o carro entra em movimento. Caso não tenha ajuda por perto, o melhor mesmo é entrar em contato com um guincho para que ele leve o veículo até o seu mecânico. Lá, eles identificarão o que causou essa falta de carga e tomar providências para a correção do problema.

– Bobina

Se o carro não liga, começa a falhar, ou até a morrer demais, por exemplo, o problema deve estar aí. O superaquecimento da bobina faz com que ela pare de produzir corrente, provocando os problemas ditos acima. O jeito é esperar que esfrie. Para acelerar o processo, desligue a chave, abra o capô. Se for realmente a bobina, em torno de dez minutos, o carro já deve voltar a funcionar, e então deve-se correr para o mecânico para ele realizar a troca da peça.

– Bomba de Combustível

Muitas vezes a bomba de combustível falha e não consegue mandar o líquido na pressão que deveria. Uma das únicas maneiras (amadoras) de descobrir se é essa peça que não está ok, é fechar os vidros e tentar dar a partida. Se não ouvir o barulho da injeção de combustível (tipo um zumbido), você já encontrou o problema. No caso de carro com carburador, pode-se desencaixar dele a mangueira do combustível e pedir a alguém que acione a partida. Normalmente, a gasolina sairá pela mangueira. Se isso não acontecer, ela está com defeito.

Trocá-la é um procedimento rápido, mas que exige um profissional experiente, por isso, não leve em qualquer mecânico que encontrar por aí.

– Tampa do Distribuidor

Uma tampa do distribuidor trincada não deixa o carro funcionar, ou morre logo em seguida que pega, podendo atá dar alguns estouros. Isso acontece porque a distribuição de energia para as velas fica prejudicada, ocasionando fuga de corrente elétrica. Para saber que o problema está nela, deve-se abrir o capô e analisar a tampa por dentro e por fora. Se estiver trincada, já providencie sua ida ao mecânico. A troca é simples, mas precisa ter o conhecimento do que está fazendo.

– Correia Dentada

Ligada ao eixo do comando de válvulas, a correia é acionada pelo motor e ela pode sim se partir com o carro em movimento se tiver gasta ou ressecada, ou mesmo com os dentes espanados. O som dela ao arrebentar é um som atípico do carro, e normalmente ele vem seguido do desligamento automático do veículo. À menor suspeita de que ela tenha se rompido, pare o carro e não tente dar a partida: acione o guincho e vá a profissionais de mecânica de sua confiança. Quando os dentes espanam, não ocorre o barulho, mas o carro dificilmente irá funcionar, pois a correia dentada literalmente deslizará.

Como a maioria dos carros não possuem indicador visível e fica impossível ver os sinais de desgaste da correia sem estar em uma oficina, aqui na Nascar recomendamos a troca da dupla “correia+tensor” a cada trinta mil quilômetros a partir da segunda troca (carros 0km fazem a primeira troca com sessenta mil).

No geral, se um carro parar de funcionar, não fique tentando faze-lo pegar por muito tempo, pois em casos como esse dos dentes da correia, as tentativas constantes de ligar o motor prejudica as válvulas do cabeçote do veículo, tornando o prejuízo muito maior.

Notícias anteriores
Já parou para pensar qual a durabilidade dos pneus do seu carro?
Já parou para pensar qual a durabilidade dos pneus do seu carro?

01/10/13 00:00

“Quantos quilômetros os pneus tem que durar? Por que o meu amigo conseguiu rodar 10 mil Km a mais do que eu com os mesmos pneus? O quê eu posso fazer para aumentar a vida útil dos pneus do meu carro?” Respondemos essas e outras perguntas para você!
Atenção às luzes!
Atenção às luzes!

15/09/13 00:00

O painel do carro possuí várias luzes de alerta que ascendem quando está acontecendo alguma coisa com o veículo. Mas você sabe o que elas significam?
Os Carros falam?
Os Carros falam?

25/08/13 00:00

Juntamos aqui alguns tipos mais comuns de sons problemáticos emitidos pelos veículos para que você possa entender o que pode estar acontecendo com o carro e ajudar o seu mecânico a agilizar o tempo gasto para o reparo.