Contactos

Nascar Centro Automotivo

  • Pessoa de contato: Daniel Cicarelli
  • Telefone: +55 (41) 3673-51-51
  • +55 (41) 3673-01-57
  • Endereço postal: Barão do Cerro Azul, Piraquara, Paraná, 83301-000, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Os Carros falam?

Os Carros falam?
Juntamos aqui alguns tipos mais comuns de sons problemáticos emitidos pelos veículos para que você possa entender o que pode estar acontecendo com o carro e ajudar o seu mecânico a agilizar o tempo gasto para o reparo.

25/08/13 00:00

Já diziam os mecânicos: os carros falam. Quando o seu veículo faz algum tipo de ruído incomum, ele está tentando lhe “dizer” que está com algum problema. E você pode ter certeza: se ele não for “ouvido”, o barulho só tende a piorar.

Para diagnosticar esses barulhos muitas vezes é necessário uma inspeção minuciosa por parte do mecânico. Por isso, para você ajudá-lo dando um ponto de partida é importante primeiramente tentar detectar a situação em que o barulho ocorre: se é em subidas, valetas, lombadas, em baixa ou alta velocidade, quando vira para direita ou para esquerda, por exemplo.

Depois, preste atenção no tipo do som que está ouvindo:

– Pastilhas gastas: os famosos apitos que aparecem ao freiar indicam que as pastilhas de freio estão muito gastas e provavelmente já estão danificando os discos de freio. É hora de trocá-las.

– Tensor da correia: é um dos ruídos vindos da parte dianteira. O ruído do tensor da correia dentada ocorre tanto com o carro parado quanto com ele em movimento e é contínuo. Geralmente acontece por volta dos 60.000 Km rodados depois da última troca de correia+tensor, e indica a necessidade de uma nova manunteção nesses componentes.

Motor de arranque: problemas no motor de arranque se manifestam com um som de “arranhão” ao dar a partida no carro, independente da hora que isso acontece. O momento é de fazer uma revisão no estado das escovas, do impulsor de partida e do automático.

– Homocinética: esses problemas são caracterizados pelos estalos ouvidos principalmente quando se vira o volante em movimento. O surgimento deles indica a proximidade da quebra da homocinética e o correto é trocá-la o mais rápido possível.

– Bandejas: problemas nessa peça são percebidos quando o veículo passa por um terreno mais irregular, ou uma lombada, por exemplo. O som é de alguma coisa “batendo” na roda. Nesse caso, o que está batendo é a própria bandeja, que deve estar danificada ou com a bucha frouxa.

– Óleo da caixa de direção hidráulica: a falta de óleo na direção hidráulica leva a emissão de um som mais fácil de ser ouvido, pois vêm em forma de estalos quando se gira o volante com o carro parado. Isso acontece porque ela está sem ou com pouca lubrificação dos componentes, necessária para fazer o movimento do volante corretamente.

– Embreagem: defeitos na embreagem podem ser diagnosticados a partir do rolamento da mesma. Este componente emite um chiado constante quando não se está com o pé pressionado na embreagem, e pára quando o pedal volta a ser acionado. A causa disso é o desgaste desse rolamento, o que aponta a hora de trocar a embreagem.

Rolamentos de roda: desgaste nos rolamentos de roda emitem um zumbido constante como se fosse um besouro. Quando este barulho fica muito alto, é perigoso até de a roda do carro cair. O melhor é levar ao mecânico assim que o ruído aparecer.

Os barulhos irritantes dos carros surgem por vários motivos, sendo alguns deles as condições das ruas e avenidas ou mesmo os descuidos do motorista. E muitas vezes esse ruído, que origina a reclamação do cliente, pode parecer insignificante para o mecânico ao testá-lo. Então, saber sua possível origem já é meio caminho andado tanto para a resolução do problema quanto para o tempo gasto para o reparo.

Aproveite as dicas e fique com os ouvidos atentos!


É a Nascar cada vez mais contribuindo para a correta manutenção do seu veículo.

Notícias anteriores
Verdade ou Mito?
Verdade ou Mito?

04/08/13 00:00

Desvendamos aqui a verdade de alguns hábitos populares sobre carros para que você não saia seguindo por ai conselhos errados.
Hábitos ruins que fazem toda a diferença
Hábitos ruins que fazem toda a diferença

12/07/13 00:00

Quando a prática ao volante nos alcança, não reparamos no modo que dirigimos. Por isso, selecionamos alguns vícios do dia –a – dia que prejudicam as peças e componentes do carro. Confira aqui!
Carro no frio? Veja uma lista de cuidados com o carro para que esta estação não seja um problema para você
Carro no frio? Veja uma lista de cuidados com o carro para que esta estação não seja um problema para você

25/06/13 00:00

A estação mais fria do ano é também famosa por trazer alguns problemas para os carros. A dica da Nascar esta semana é justamente para ajudar nossos clientes a evitarem situações desagradáveis logo de manhã e serem deixados na mão pelo próprio veículo.